Ruben Rodrigues foi vencer ao Faial na festa de Marco Silva

  • 17 Novembro, 2014

A Taça de Ralis do Canal “Além Mar”  de 2014 teve o seu epílogo com a realização do V Rali do Faial. Para abrir o rali o CAF montou duas passagens pela super especial citadina, realizadas de acordo com o novo formato ensaiado no último rali ilha zul.

A noite esteva esteve excelente  na cidade da Horta e o bom tempo contribuiu para que um grande número de espetadores saísse à rua e se tenha mantido sem arredar pé até ao final duas passagens.

Ruben Rodrigues entrou forte e averbou o melhor tempo com Paulo Nóbrega e Carlos Andrade a ocuparem as posições seguintes. Marco Silva, o principal candidato à vitória final na Taça de Ralis, sentiu problemas na sua viatura e terá mesmo apanhado um susto, uma vez que teria que terminar para se sagrar vencedor da Taça do Canal. O piloto do EVO VII fez apenas o 8º tempo.

Na segunda passagem pela super especial, Paulo Nóbrega foi o mais rápido, reduzindo a diferença que o separava de Ruben Rodrigues para apenas 2 segundos, ao fim da noite de sexta feira. Marco Silva continuava a perder bastante tempo mas melhorava o seu tempo e fazia desta feita o 4º registo logo a seguir a Carlos Andrade.

O Sábado amanheceu cinzento, com chuva e nevoeiro muito baixo, a dificultarem sobremaneira a vida aos pilotos.

Marco Silva fez questão de mostrar que os problemas que afetaram o Mitsubishi estavam resolvidos e marcou o melhor tem da primeira especial do dia. Ruben Rodrigues foi segundo a aumentou a distância para Paulo Nóbrega que foi 3º.

A partir da 4ª prova especial de classificação, Rúben Rodrigues ganhou todos os troços para vencer o rali de forma clara. Paulo Nóbrega ainda passou por um pequeno susto ao fazer um tete no final na especial 6 que lhe custou alguns segundos mas que não causou quaisquer danos na viatura.

Marco Silva concluiu o rali na 3ª posição, sagrando-se assim vencedor da Taça de Ralis do Canal de 2014.

A luta pelo 2º lugar da taça cedo ficou definida, pois Pedro Mendonça teve problemas de caixa e assim, entregou a Luis Fialho a 2ª posição. Apesar dos problemas, Pedro Mendonça conseguiu terminar a prova, garantindo com isso a 3º posição final na taça.

Marco Goulart e Tomás Duarte travaram uma interessante luta pelo 4º lugar a que equivalia também a vitória nas 2 rodas motrizes e na Classe 2. No final a vitória sorriu ao homem do Starlet por 3,8s. Marco Medeiros classificou-se em 6º e impôs-se na Classe 3. Seguiram-se, na geral, Sérgio Rosa, Luís Fialho e Hélder Pimentel, todos em viaturas da Classe 2. Viviana Azevedo foi 10ª da geral e segunda da Classe 3. Délcio Correia e Pedro Mendonça foram os únicos sobreviventes das suas classes, respetivamente a 1 e a 4.

Abandonaram Carlos Andrade, Carlos Oliveira, Tiago Mota, José Salgado e André Silva.

Francisco Veloso com Paulo Nóbrega.

Fonte: Formula Rali / Foto: Desporto na Ilha Azul