Aposta ganha do Clube Automóvel do Faial… | João Borges venceu e convenceu!

João Borges foi um justo vencedor da prova que animou as estradas faialenses durante o passado sábado.

O piloto do Impreza N12 ex-Gustavo Louro abriu as hostilidades ganhando o primeiro dos seis troços de terra escalados pelo CAF para mais uma prova extra-campeonato, e estabelecendo logo aí uma diferença apreciável para os contendores mais próximos, onde desde logo se contaram o veterano Rui Torres e também José Paula. A estrutura que a equipa dirigida por Mário Jorge Silva escolheu para o rali englobava passagens triplas por dois troços muito rápidos e de excelente piso, para além da inédita super-especial citadina da Horta, isto para uma jornada em que Borges foi dominador, mantendo sempre uma toada um pouco mais rápida que os restantes. Entre eles, o já citado Rui Torres foi quem melhor reagiu, e por cinco vezes superou mesmo o homem do Subaru.

Rui Torres

Na luta pelo pódio, José Paula começou na segunda ronda a tentar recuperar o atraso inicial, mas a embraiagem do Lancer EVO9 viria a ceder, pelo que o piloto das Lajes do Pico se ficou pela intenção de luta com Borges e Torres, à semelhança do sucedido no último Rali Ilha Azul.

Marco Silva

Com o seu abandono o terceiro lugar seria ocupado pela revelação da prova, o local Marco Silva que, ao volante do Saxo Cup recentemente adquirido a Fernando Meneses, se mostrou bastante à vontade com o carro, superando mesmo Paulo Nóbrega, este com as naturais dificuldades de uma caixa de velocidades de série montada no Mitsubishi durante a véspera, situação que – e já agora para os menos informados… – torna a condução do bólide nipónico bastante complicada.

Evo IX

Evo IX

Com João Borges a manter a supremacia até se regressar à Horta, foi com naturalidade que o piloto da “Jante 18” seria o vencedor de mais um evento federado – o primeiro de cinco em quatro ilhas até ao final do ano, sublinhe-se… – no defeso do campeonato açoriano da modalidade, e isto mesmo se a diferença imediata para Rui Torres foi de apenas 3,3 segundos, também pelos excelentes tempos – venceu ambas as passagens… – que o Lancer “7Up” faria nas ruas da cidade do “Café Sport” onde, mesmo sem o percurso ideal, o público compareceu em bom número para apreciar uma opção que há muito devia ter sido testada pelo CAF, daí que também a faceta de experimentação associada a estas provas mais pequenas se aplique com naturalidade, reforçando-lhes (ainda mais…) a actual importância. O pódio manteve-se inalterado até final, com Marco Silva a subir ao degrau mais baixo, depois de uma boa actuação até ao empedrado final da super-especial citadina, cujo ritmo foi gradual para as catorze equipas em prova, que melhoraram a olhos vistos, e sucessivamente, as suas passagens, especialmente junto aos Paços do concelho. Paulo Nóbrega sacrificou o tempo para ganhar o prémio referente à actuação mais espectacular, pois à geral tinha grande vantagem sobre Vanderley Ferraz, de novo a guiar pela regularidade máxima. Depois dele ficariam Luís Vieira e o endiabrado Yaris de Nuno Oliveira, sem dúvida a merecer destaque pelo ritmo muito vivo. Nota ainda para o belo Lancia Integrale de Hirondino Rosa, com um “cantar” fabuloso a fazer recordar outras eras, mas cujos problemas mecânicos impediram mais que a distante última posição da tabela. A festa encerrou da melhor forma, com um enorme jantar no “Barão Palace” a juntar a caravana e a fazer antever uma competição Faial-Pico para 2011, uma opção que se saúda, mas que se espera concertada com as restantes iniciativas que vão fazendo – mesmo em tempos de crise – com que os ralis vivam uma situação algo desafogada nas ilhas de bruma. Mesmo se as decisões regulamentares ao mais alto nível parecem novamente estar a distanciar-se da nossa realidade…

Fonte: Formula Rali

Classificação Geral

1º  João Borges/Sandro Sousa|Subaru Impreza WRX N12|0:26.49,7

2º  Rui Torres/Marco Martins|Mitsubishi Lancer EVO9|0:26.53,0

3º  Marco Silva/Tânia Silva|Citroen Saxo Cup|0:29.09,4

4º  Paulo Nóbrega/Miguel Ângelo|Mitsubishi Lancer EVO9|0:29.29,9

5º  Vanderley Ferraz/Marco Azevedo|Subaru Impreza WRX N10|0:30.44,3

6º  Luís Vieira/Bruno Machado|Volkswagen Golf VR6|0:30.56,0

7º  Nuno Oliveira/Élio Medeiros|Toyota Yaris|0:31.52,3

8º  Emanuel Silva/Jorge Silva|Citroen AX GTi|0:32.13,3

9º  João Ávila/Bruno Soares|Renault Clio Williams|0:33.02,1

10º  José Andrade/Gilberto Andrade|Seat Ibiza GTi|0:33.02.3

11º  Félio Leal/Emanuel Costa|Renault 19 16V|0:33.44,7

12º  Marco Goulart/Hugo Goulart|Toyota Starlet|0:35.06,8

13º  Délcio Correia/Marlene Pereira|Fiat Cinquecento|0:47.07,8

14º  Hirondino Rosa/Carla Silva|Lancia Delta Integrale|1:01.22,5